sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Entre bruxas e princesas...

Em qual desses papéis nos encontramos??

Um pouco bruxas... Ou princesas... Talvez!

Em qual desses papéis nos sentimos mais confortáveis??

Princesas são dóceis e delicadas, comportadas e sempre muito educadas!! Sempre sabem como agir e como devem se portar... Nunca devem mentir, sempre devem dizer sim, e sempre agir com um sorriso nos lábios e muita simpatia!! A meiguice em forma de ser humano...

Bruxas são desalinhadas, grosseiras e diretas!! Não se preocupam em ser politicamente corretas e sempre dizem o que pensam... Seres desalinhados e que se arrumam apenas quando sentem vontade!! A palavra não surge com facilidade em seus lábios, sempre que, a seu ver, se fizer necessária...

Mas afinal em qual desses papeis queremos nos enquadrar?

Ser princesa é sonho de menina... Toda criança fantasia com seu castelo encantando, longos vestidos cor de rosa, muito mimo e glamour! Acho mesmo que nunca vi uma menina sonhando em ser a bruxa... Alias, conheço algumas que sofrem verdadeiro horror com a imagem das famosas bruxas.

Mas será mesmo que as bruxas são tão más, assustadoras e horripilantes assim?

Hum... Acho que na verdade, transitamos entre os dois mundos! Um momento de princesa, seguido de um momento meio bruxa.

Entendo que os contos de fadas tentam traduzir um pouco de nosso mundo interior. Assim, somos meninas comportadas e delicadas, mescladas com mocinhas malvadinhas que preferem olhar para suas próprias necessidades que satisfazer aos outros sempre.

Nem as bruxas são tão más assim, nem as princesas tão encantadoras. Princesas podem ser tediosas e assustadoramente perfeitas, e alias, quem agüentaria viver com tamanha perfeição, provando que ninguém ao seu redor jamais chegará perto de tamanho autocontrole? Viver com a perfeição pode custar muito caro!!

O estereotipo de princesa e bruxa usado pela historia infantil é na verdade uma bela tradução, em exagerada diga-se de passagem, de nossas sensações e vontades interiores!! Uma briga constante entre o bom e o mal, entre a vontade de ser boa e a vontade de fazer o bem só a si, entre a necessidade de obediência e rebeldia... Enfim, uma bela forma de nos mostrar que podemos transitar entre os dois pólos, sem termos que optar apenas por um papel!

Somos versáteis... Pessoas, profissionais, amigos, filhos, pais, educadores, empreendedores... Muitos papéis em um só ser humano. Então por que temos que ser tão limitados dentro de tantas regras de boa educação e convivência?? Por que não aprender a ousar e a mesclar sensações e atitudes??

Um pouco lá... Um pouco cá... Entre bruxas e princesas existem tantas possibilidades que só mesmo experimentando para saber!! Ouse, tente, faça... Liberte sua bruxa interior, com toda a delicadeza que uma bela princesa usaria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por me deixar seu recado!!