domingo, 25 de setembro de 2011

E de novo cuidar...



Confesso que este tema tem me chamado muito a atenção... Na verdade, estou mentindo!! Este tema sempre me chamou muito a atenção... O que acontece é que no momento a solicitação para trabalhar este tema tem sido uma constante em minha vida, o que me faz me debruçar sobre ele com mais afinco.

Ministrar um curso, uma palestra ou apenas um diálogo sobre o cuidar de si é sempre uma proposta para repensar no cuidado que tenho comigo mesma. E já que esta constante se faz presente em minha vida, por que não dividir o tema e torná-lo mais amplo??

Aprendemos desde muito jovens que o cuidar é algo básico em questão de sobrevivência humana.

Cuidamos da higiene, cuidamos da alimentação, cuidamos da aparência, cuidamos das expressões faciais e verbais... Cuidamos da vida financeira, da vida social, da vida familiar... Lembramos de cuidar da vida cognitiva e da vida profissional... Cuidamos da casa e dos objetos que nos cercam!!

Cuidamos também das pessoas de nosso convívio e de todos que nos envolvem em algum tipo de responsabilidade. Mas cuidar dos que nos cercam nem sempre significa cuidar das relações!!!

Aprendemos a cuidar DE... De alguém ou da gente mesmo!! Mas acabamos nos esquecendo de cuidar do ENTRE!!

Vivemos na era da facilidade nas relações... ao menos a facilidade do contato: email, MSN, SMS, Skype, redes sociais, telefonemas entre tantas outras formas de contato que temos no acesso a tecnologia. No entanto, essas formas de contato distanciam no que diz respeito ao relacionar-se de fato. Não sabemos mais o que é a troca de olhar, o quanto os gestos falam, a delicadeza de um toque, o quanto nem um tipo de comunicação paga o preço de um abraço!!

Nos tornamos distantes, na busca de nos tornamos mais próximos...

Relações são feitas de coisas sutis e de coisas grandes. Momentos de estar junto e de trocar energias, problemas, alegrias, satisfações e insucessos!!

Aprendemos a sermos extremistas... Ou cuidamos do outro, ou cuidamos de nós de mesmos, ou queremos cuidar ou queremos ser cuidados!! Falta harmonia, falta aprendermos a transitar por estes dois mundo vivendo o cuidado com as relações.

Relacionamento no qual apenas um lado se beneficia não se mantém por muito tempo. Relação sem cuidado mútuo é apenas necessidade, e pode chegar a ruir com o passar dos anos. Precisa ser uma via de mão dupla... fazer e receber, receber e retribuir!!

Não estou querendo vincular o cuidado com a obrigação de troca... Mas quero sim levantar a reflexão para o quanto nos esquecemos de olhar para o que temos por perto. Ouvimos pais reclamarem da relação com os filhos, do quanto são desobedientes e difíceis no mundo de hoje, mas muitas vezes eles também esquecem de cultivar com seus filhos a importância do cuidado mútuo. Ora, só os pais devem cuidar dos filhos?? Filhos não devem ser ensinados na relação a cuidar dos pais??

Vemos professores reclamando do desrespeito dos alunos, mas também vemos os mesmos faltando com o respeito com seus alunos... Aqui também não cabe cuidado mutuo?

Temos relações de amizade esperando que as pessoas nos escutem quando precisamos, mas olhamos para o quanto estamos disponíveis quando precisam de nós??

Cuidar envolve gestos sutis. Mas que fazem toda a diferença em qualquer relacionamento.

Cuidar significa ZELO, ATENÇÃO, CARINHO, PREOCUPAÇÃO, AFETO, TOMAR CUIDADO, DIVIDIR DUVIDAS, COMPREENSÃO, PARTICIPAR... OFERECER PROTEÇÃO!

Cuidar significa acolhimento, e acima de tudo RESPEITO!!

Cuidar do entre não é diferente de tudo isso... Zelar e dar atenção ao que mantemos com o outro, acolher e compreender, sempre oferecendo um olhar de afeto e troca...

Será que assim as relações não ficariam mais fáceis?? Será que assim não aprenderíamos que cuidar sempre envolver algum tipo de troca e assim renovação??

Pense nisso... como está o seu cuidar do entre??

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por me deixar seu recado!!