quarta-feira, 9 de junho de 2010

Fazer valer à pena!

O que pode valer à pena? Tudo? Nada? O que vivemos ou o que deixamos de viver?
Essa frase fala muito por si só, e mostra-se muito significativa se olharmos para os sentimentos que podemos expressar através dela.

Um amor pode valer à pena, mesmo que o fim não venha a ser como vemos nos filmes românticos... Para tanto, é preciso que todos os momentos sejam vividos e experimentados com toda a intensidade possível.

Arriscar pode valer à pena, desde que para tanto se esteja disposto a olhar para todas as probabilidades, tanto a satisfação, quanto a insatisfação, mas que mesmo assim, o simples gesto de se sentir arriscando possa ser algo que faça todo o restante de fato valer à pena.

Perder pode valer à pena, se estivermos dispostos a aprender com todos os momentos que experimentamos e entendermos que o ponto final nem sempre precisa ser da maneira como imaginamos para ser bom.

Mudar de rumo pode valer muito à pena, em especial se não encararmos como fracasso e sim como reconstrução dos objetivos.

Arrepender-se, acertar, errar, querer mais, escolher, apaixonar-se, manter amigos, romper laços afetivos, permitir que os ciclos se finalizem, dizer o que sente... Qualquer expressão de sentimento pode valer muito à pena, mesmo que em algum momento não seja recíproco ou que o outro não esteja preparado para nos receber. E quanto é bom ser surpreendido com os sentimentos de quem nos rodeia!!

Entendo que é o que nós seres humanos temos de mais precioso na vida... A possibilidade de falar sobre o que sentimos e com isso fazer valer à pena os relacionamentos que estabelecemos.

Isso sim é troca! É aprender que o que sentimos fica muito mais intenso quando
dividimos e expressamos. É conseguir aceitar os afetos que nos rodeiam sem resistência ou sem temor. Pois sem duvida alguma, a vida pode ser muito mais leve do que imaginamos, desde que pra tanto nos coloquemos mesmo dispostos a FAZER VALER À PENA todas as experiências!

Que tal fazer sua própria lista do que pode valer à pena pra você nesse momento? Tenho certeza que pode se surpreender com suas possibilidades e trazer mais brilho para circunstancias já vividas!

5 comentários:

  1. Patrícia Muito Bom texto! Ótima ideia, acompanharei o blog com certeza! Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Antonio Carlos Caparrozjunho 09, 2010

    Achei muito interessante esse comentário 'Fazer Valer à Pena!' Eu, hoje, me analiso da seguinte maneira: Tudo o que fiz na vida, valeu muito à pena, jamais me arrependi de alguma coisa que fiz, ou desisti por conta própria de alguém ou de algo. Às vezes "desistiram" por mim, mesmo que eu não entendesse o motivo ou mesmo concordasse. Penso que as pessoas não deveriam interferir nos sentimentos das outras. Ninguém sabe exatamente o que eu sinto ou deixo de sentir. Um amor verdadeiro ceifado por um simples capricho, uma simples mentira, ou qualquer outra circunstância banal, pode afetar muito o psicológico de um indivíduo, que somado a outras perdas, pode chegar a uma depressão, uma síndrome do pânico ou qualquer outro transtorno psicológico.
    Jamais devemos "meter o bico" na vida das outras pessoas. Todos nós temos o livre arbítrio para saber o que é certo ou errado. Se errarmos, mais cedo ou mais tarde, arcaremos com as consequências.

    ResponderExcluir
  3. Eu entendo que concluir que algo valeu a pena, quando o resultado foi prazeroso é absolutamente natural. O problema é que temos a tendência à acreditar que algo que, por algum motivo, não tenha dado certo ou não teve o desfecho esperado, não valeu a pena. Por que desprezar a experiência vivida e o quanto isso pode nos acrescentar em momentos futuros ? Por que só vale a pena o que aconteceu conforme nossas expectativas ?

    Vou parar por aqui porque senão vai virar um texto e não um comentário... rs

    ResponderExcluir
  4. Hugo, seja bem vindo e que bom que gostou!

    Caparroz, que bom que tudo tem valido a pena, isso faz com que tudo ganhe mais brilho, mesmo levando em consideração que nem tudo ocorre da maneira planejada por nós. Quanto ao desistir das coisas ou pessoas, até isso pode vir a valer a pena se o fizermos com consciencia de nossos sentimentos, pois também precisamos permitir que os ciclos se encerrem para que novos se iniciem.

    Alexandre, não vou me atrever a responder seu comentario, simplismente pelo fato de que vou preferir instigar para que vire um novo texto... Que tal?

    ResponderExcluir
  5. Nós sabemos o quanto o produto de posts x comentários podem produzir novos textos !

    Que assim seja !

    ResponderExcluir

Obrigada por me deixar seu recado!!