sábado, 22 de maio de 2010

Tudo por causa do olhar...

É pelo olhar que nos apaixonamos.

É pelo olhar que descobrimos onde queremos ir.

É pelo olhar que se descobre o quão bela a vida pode ser, ou o quão triste podemos estar sentindo o mundo.

É pelo olhar que sentimos atração ou repulsa, seja por pessoas, objetos ou situações.

É pelo olhar que nos descobrimos refletidos nos olhos alheios.

Pelo olhar que aprendemos, selecionamos, sentimos!

Nossos olhos. Um órgão tão poderoso, mas tão pouco explorado. Além de ver, podemos sentir através do olhar. Nossa percepção está diretamente ligada ao que nossos sentimentos nos permitem ver.

O que enxergamos pode até ser universal, já que vivemos num mundo cheio de símbolos e significados. Mas será que nosso olhar está direcionado para os mesmos focos?

Podemos transmitir ensinamentos de como ver objetos e distingui-los uns dos outros, mas será que podemos ensinar a senti-los? Ou será que a grande magia está na descoberta de sentido através do olhar, sem requerer aprendizado prévio?

O olhar é capaz de te fazer ver uma criança brincando e sentir com isso alegria por vê-la espontânea, rememorando bons momentos e sentimentos, ou sentir amargura por deixar pra trás seus anos de espontaneidade e inocência.

O olhar é capaz de te oferecer uma visão de vida com determinação e motivação, ou com medo do que há por vir.

Quando usamos a expressão “do meu ponto de vista”, reforçamos a idéia que o olhar é capaz de nos mostrar a mesma coisa, mas relacionar-se com sentimentos e sensações diversos.

Podemos aprender a dar mais valor ao que nos mostra esse olhar, mas será que todos valorizam esse ponto?

Afinal, enfatizo a idéia de que tudo é por causa do olhar!!

Se somos capazes de amar pelo olhar, somos igualmente capazes de odiar por ele.

Se somos capazes de descobrir simples alegrias pelo olhar, também o somos de absorver tristeza.

Além disso, da mesma forma que somos capazes de ver, olhar e sentir, também somos capazes de transmitir o que vivenciamos apenas pelo olhar.

O quanto não é gratificante aquela relação na qual as pessoas se conhecem e se entendem apenas pelo olhar. E em nenhum momento me refiro aqui, aquilo que ouço as pessoas mais antigas dizendo que os filhos quando pequenos sabiam que estavam sendo reprovados pelos pais e paravam imediatamente o que estavam fazendo, e essa percepção vinha apenas pelo olhar. Esse é o olhar de reprovação que também pode ser forte, mas não é a ele que me refiro nesse momento.

Me refiro sim aquela sensação gostosa de entender pelo olhar os momentos vividos por pessoas com as quais a afinidade e o afeto falam alto.

Isso sim é troca!! E troca de excelente qualidade que pode ser adquirida com coisas simples, momentos simples e pessoas queridas. Enfim, TUDO POR CAUSA DO OLHAR...

5 comentários:

  1. Este texto me fez pensar que a palavra é dependente deste "olhar". Toda palavra tem origem no olhar, já que reflete a "visão" que temos das coisas ? O olhar pode criar ou inibir a palavra, certo ? Quando escrevemos mostramos às pessoas qual o nosso olhar sobre as coisas ? Eu acredito no sim para todas estas perguntas.

    ResponderExcluir
  2. Paty, amiga linda!
    O olho é a janela do coraçao! E por isso temos essa grande dadiva q é sentir com os olhos!

    Te amo, amiga linda do meu coraçao!

    ResponderExcluir
  3. Olá, conheci hoje seu blog através de uma amiga e gostei muito, voltarei mais vezes. Quanto ao texto, concordo com o que vc escreveu, mas acredito que o olhar não ocorre apenas com olhos, ele ocorre com o tato ( como os cegos "olham"), e principalmente com o coração, o olhar antes de tudo passa sim ( como vc escreveu) pelos nossos sentidos, e se completa com a "vizualização" daquilo que escolhemos enxergar. Mas este é apenas o meu "ponto de vista", um todo que se completa pelas partes.
    Prazer em conhecer seu espaço.

    ResponderExcluir
  4. Em primeiro lugar obrigada por todos os comentarios...

    Alexandre, concordo com sua resposta sim para todas as perguntas que fez, e acrescento ainda que somos mesmo dependentes do olhar e procuramos nas pessoas mais proximas demonstrações do que sentem atráves dele.

    Elisa, seja bem vinda e que bom gostou. Na verdade, o olhar a que me refiro e que você também suscitou envolve todos os nossos sentidos, inclusive o olfato, pois temos associado aos cheiros que nos rodeiam diversas sensações e imagens criadas. Alias, isso já me dá ideia pra um novo post...rs ( e devo isso ao seu comentario... obrigada).
    Ficarei feliz com sua presença conosco e vou esperar ansiosa pelos proximos comentarios, afinal, é trocando ideias que desenvolvemos conhecimento.

    Senhora anônima, sem duvida, amigos também são dadivas maravilhosas, e sou muito feliz pelos meus... Mas você poderia me dizer ao menos quem é pra eu te dar um agarrão, não acha? rs

    Um beijo a todos

    ResponderExcluir
  5. Ahhh vc ja descobriu quem eu sou!!!! Espertinha! E a Elisa é minha amigona também!

    Beijocas

    ResponderExcluir

Obrigada por me deixar seu recado!!