sexta-feira, 30 de abril de 2010

Gestar... será coisa de gravidez?

Gestar! Palavra maravilhosa essa! De fato, de imediato nos leva a pensar em gestação, bebês, grávidas, barrigas redondas e enjôos.

Mas afinal, é só isso que gestar significa? Pra mim, não!

Enxergo gestar como produzir algo, elaborar, cuidar. Acho mesmo que é um momento iluminado na vida de qualquer ser humano. Pois afinal, qualquer projeto que deseje gestar envolverá que se dê por completo a ele, que se dedique, que se empenhe pra que seja o seu melhor.

Dar o melhor de si implica em se envolver plenamente com o que decidir desenvolver, física e emocionalmente. Dizem que a gestação em si, de um bebê mesmo, implica em uma gangorra de emoções, mudanças bruscas de humor e de sentimentos. Mas afinal, envolver-se em outras situações também não trazem essa mesma gangorra de emoções? Então os homens nunca têm mudanças bruscas de sentimentos?

Ora convenhamos, somos HUMANOS e isso sempre implica em complexidade de sensações e emoções. Em qualquer que seja o estagio e o momento da vida.

Acredito que justamente por isso é necessário se doar com mais intensidade pra tudo que achar ter valor. Viver emoções de forma intensa nos deixa mais apaixonados pela vida, mais empolgados em gestar seja o que for.

Sentimentos como medo, raiva e amor caminham juntos o tempo todo, e em especial quando decidimos gestar algo. Pois todos eles nos trazem a certeza que tudo que queremos conquistar depende mais de nós mesmos e de nosso empenho do que coisas jogadas ao acaso. Claro que sempre há o risco! Risco de se frustrar, risco de dar tudo errado, risco de decidir que não quer mais, risco de se surpreender com sua capacidade, risco de se satisfazer com o que está fazendo, risco de dar certo!!

Enfim, gestar pra mim significa dar vida a algo, e oferecer vida a algo implica em colocar-se sentimentalmente, ou seja, doar um pouco mais de você naquilo que está mesmo fazendo, dar a sua aparência e as suas melhores características. Não usar apenas o seu lado mais racional e certinho, mas sim dedicar sua essência com seus defeitos e qualidades. Jogar-se por completo!

Dedicar-se e poder ter esse momento de “gestação” não é algo possível pra qualquer um, mas apenas pra pessoas que de fato estão prontas pra isso, mesmo que não se acreditem prontas.

Nada na vida acontece por acaso, e por isso só nos deixamos envolver, mesmo que inconscientemente, por situações as quais temos condições de enfrentar...

Por isso pense mesmo em gestar... o que achar que lhe convém... seja um bebê, seja um projeto profissional, seja seu casamento... enfim, aquilo que lhe der prazer!! Pois só pessoas iluminadas podem se dar a esse direito!!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Felicidade... padrão ou apenas sentimento?

Responda rapidamente sem muito pensar... o que é ser feliz? O que precisa acontecer pra que você se sinta feliz?

Perguntinha dificil essa né... Mas talvez a dificuldade venha justamente por buscarmos uma resposta universal, que atenda a todas as expectativas e que se transforme em padrão.

Rubem Alves, um escritor fabuloso que toca na alma com suas palavras, diz que felicidade é ver, mas não ver o que os olhos trazem, mas sim o que o seu coração te conta que viu, O SENTIR...

Talvez esteja aí mesmo a resposta. Não se é feliz o tempo todo, pois não podemos enxergar a todo momento. Trabalhamos, brincamos, corremos, nos divertimos, temos compromissos legais e tediosos, enfim, VIVEMOS! Com todas as consequencias que isso possa nos trazer. E por conta disso, precisamos usar a razão em muitos momentos vividos e deixar um pouquinho o sentir de lado.

Viver, sem duvida alguma pode ser feito de maneira intensa ou superficial. Depende do quanto buscamos por essa tal felicidade e do quão abertos nos encontramos para ela.

Enquanto estivermos presos ao "padrão", ao que usualmente é tido como momento feliz, podemos estar buscando esse sentir em coisas externas, no outro, na casa sonhada, na faculdade idealizada, no homem ou mulher perfeitos, no casamento dos sonhos com principe montado no cavalo branco... Pode ser tão mais simples que isso!!!

Basta descobrir que o unico caminho para esse sentir é o próprio coração, o enxergar-se do Rubem Alves, mas em primeiro lugar a si mesmo!

Agora responda sem pensar... o que é a sua felicidade hoje?

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Inicio de tudo

Escrever...Nunca foi algo que tive como um hobby ou como um momento de reflexão! No entanto, a vida nos prega peças diversas, e quando menos nos damos conta, mudamos de caminho!!

Apesar de nunca ter sido algo pelo qual busquei, sempre admirei quem o fizesse. Além disso, me considero uma leitora voraz, em especial por textos que tocam a alma além de propiciar conhecimento.

Despertando o gosto pela escrita, descobri-me desafiada por uma amiga a começar a escrever... sempre dei muito valor aos meus relacionamentos, e aprendi desde muito pequena de minha mãe que amigos nós escolhemos com muito cuidado, por isso também os prezo tanto e dou tanto valor a tudo que vivemos juntos.

Pois bem, uma amiga, dessas que viram irmã, filha, mãe, companheira e tudo o mais, instigou-me a escrever, dizendo-me que eu jamais daria conta de levar isso a sério!! Sem duvida ela me conhece o suficiente pra saber que adoro desafios e talvez até por isso ela o tenha feito!

Começar foi dificil! Mas o gostinho de poder dividir para somar vale toda a dificuldade!!

E que venham os proximos desafios, os proximos textos, os proximos amigos e tudo o mais que a vida quiser me oferecer... afinal, o inicio está aqui!!